Rancharia

(18) 3265-1329

Como fazer a desmama de bezerros sem estresse

A desmama de bezerros é uma questão que sempre gera dúvidas nos criadores. Trata-se de um período delicado para vaca e bezerro pois é feita a separação entre bezerro e vaca. Em geral, essa situação acaba gerando muito estresse para ambos, o que resulta na diminuição do ritmo de ganho de peso do bezerro e queda da imunidade, consequentemente, este quadro faz o animal ficar mais suscetível a doenças.

Por outro lado, tal manobra é fundamental, pois a amamentação pode atrapalhar a manifestação do primeiro cio após o parto, o que prejudica o desempenho reprodutivo da vaca. Sendo assim, o ideal é saber qual a forma correta para fazer a desmama.

A maneira como é feita a desmama do bezerro faz toda a diferença na produtividade e por isso, o criador deve buscar formas menos traumáticas para evitar atrasos de desenvolvimento. O primeiro passo é saber qual o melhor momento para fazer a separação e para isso, deve-se entender como funcionam as fases de nutrição de um bezerro.

Qual o melhor momento para a desmama do bezerro?

Logo no terceiro mês do período de lactação, a participação do aleitamento materno já passa a ser pequena na dieta do bezerro, mas ainda é importante, principalmente por conta dos laços materno-filial e por isso, a orientação é para que a desmama aconteça entre o sexto e oitavo mês. Neste momento, o animal já é considerado um ruminante quase que independente do leite materno, podendo se nutrir apenas com a forrageiras.

Como fazer a desmama sem perder rendimento?

A forma tradicional de fazer a  desmama de bezerros é com a separação total dos animais, colocando mãe e filho em pastos distantes e impedindo o contato. Entretanto, esse método pode ser muito traumático e implicar na queda de resistência do bezerro.

Várias pesquisas são desenvolvidas neste sentido buscando a melhor técnica para fazer a desmama do bezerro sem que isso cause prejuízos. Uma das experiência que rendeu melhores resultados foi a separação da vaca e bezerro por uma cerca resistente. Assim, eles podem manter contato visual e o rompimento não se dá de forma tão abrupta.

É importante destacar que tanto a vaca quanto o bezerro deve receber um complemento alimentar para que se desenvolvam bem e alcancem os índices esperados após a desmama.