Rancharia

(18) 3265-1329

Engorda de gado de corte

A criação de gado de corte passa por três processos: cria, recria e engorda. Esta última etapa tem o objetivo de preparar o animal para o abate e para isso, é preciso estimular o ganho de peso para aumento do volume de produção. Encurtar engorda de gado de corte é algo que todo criador quer, mas o segredo para isso é muito trabalho e aplicação de técnicas de manejo adequadamente.

Existem pecuaristas que trabalham com todas as fases da criação de gado, mas isto exige uma gestão mais complexa e por este motivo, alguns preferem atuar apenas na engorda dos animais. Neste caso, a dependência do comércio de gado é maior, pois o criador terá que comprar as cabeças que pretende engordar para mandar ao abate. Sendo assim é importante saber identificar as principais características de um animal que leve ao ganho de peso rápido e produza carne de qualidade.

Estes fatores estão ligados, basicamente, a duas questões: genética animal e manejo. Na hora de comprar gado de corte para engorda, é importante buscar informações sobre a origem dos bovinos, pois a pureza racial é um dos determinantes da qualidade produtiva dos animal. Também é preciso se atentar a qual é raça do gado que irá procurar, pois algumas possuem como ponto forte o ganho de peso para o corte. É o caso do gado nelore que é um dos protagonistas quando falamos em produção de carne no Brasil, isso se deve a sua grande capacidade produtiva.

Além da genética, a engorda de gado de corte deve ser feita com cuidados sobre o manejo nutricional, pois a alimentação é o que fará o animal ganhar peso. Este processo pode acontecer com no sistema extensivo com o gado no pasto por meio da pecuária intensiva com os animais alimentados em cocho. Nesta segunda opção é possível apresentar resultados em menos tempo pois, o pecuarista consegue ter mais controle sobre o que é consumido pelo animal e o manejo sanitário pode ser feito de forma mais eficiente.