Rancharia

(18) 3265-1329

Fazer ração para gado de corte é mais econômico

alimentação bovina é um fator importante na criação de gado. Ela está diretamente relacionada à qualidade e ao volume de produção – por isso, uma escolha criteriosa tem grandes chances de resultar em um bom retorno para o pecuarista. Como a alimentação dos animais representa a maior parte do custo da criação, muitos criadores preferem investir na produção da própria ração para gado. E essa pode ser uma alternativa bastante eficiente e econômica.

Muitas vezes, a definição sobre o tipo de alimento que será dado se baseia no custo. Mas não é vantajoso optar por uma ração de baixa qualidade para diminuir o gasto com a manutenção dos bovinos. Essa estratégia pode desencadear o baixo rendimento dos animais, e a economia acaba em prejuízo.

Produzindo a ração na fazenda, o criador sabe qual a qualidade dos compostos que usa e pode até investir na plantação de ingredientes base que, em geral, são mais caros para comprar – como milho, soja e sorgo – e que minimizam ainda mais os custos. Mas destacamos que, antes de começar a produzir a ração do gado, você precisa entender o funcionamento do organismo do bovino e suas necessidades.

Cuidados para fazer ração para gado de corte

Lembramos que, ao oferecer uma alimentação de qualidade ao animal, você estimula o desenvolvimento dele. O gado de corteganha peso rapidamente e as vacas leiteirasproduzem mais e com mais qualidade. Por isso, o investimento em alimentação de qualidade pode resultar em mais lucro para a fazenda.

Antes de começar a fazer a ração para gado de corte, o criador deve buscar orientação profissional. Caso contrário, pode-se correr o risco de oferecer um alimento incompleto e não balanceado, que pode desencadear em uma deficiência nutricional no animal e travar o seu desenvolvimento.

A seleção de ingredientes para a formulação do alimento para o gado é umas das etapas mais importantes e essa escolha deve levar em consideração o objetivo da criação. Na criação de gado de corteé aconselhado o uso de uma ração rica em energia e proteínas.

Outro cuidado importante é saber dividir o rebanho conforme a necessidade nutricional de cada animal, que muda conforme a idade. É sempre importante contar com o acompanhamento de um especialista para tirar suas dúvidas e encaminhar o rebanho da melhor forma.