Rancharia

(18) 3265-1329

Inseminação artificial bovina

O sucesso na criação de bovinos no Brasil depende de uma série de fatores que não se restringe a oferta de alimentação de qualidade e escolha do tipo de manejo. Além da atenção a todos estes cuidados, o melhoramento genético bovino se coloca como uma necessidade para a criação de um rebanho bovino com qualidade racial superior.

A aplicação de técnicas com o objetivo de promover o melhoramento genético reflete no volume produtivo da fazenda e na qualidade da produção. Um dos recursos que podem ser usados para melhorar a genética bovina do seu rebanho é a inseminação artificial em animais. Este método permite que a fazenda conte com material genético de gado com alto padrão por meio da compra de sêmen de touro reprodutor premiado.

Para que os resultados apareçam, além do uso de sêmen de um reprodutor com genética superior, é importante que seja feita uma seleção de fêmeas com carcaça preparada para a reprodução. Os animais devem apresentar as melhores características da raça, pois serão transmitidas às crias.

A inseminação artificial bovina conta começa com a coleta do material genético do reprodutor que passa por análise e processamento para ser armazenado em nitrogênio líquido, sendo posteriormente aplicado no aparelho genital da fêmea.

Entre as vantagens desta técnica, podemos destacar a possibilidade de nascimento de crias de um determinado reprodutor, mesmo após a sua morte. A inseminação artificial em animais permite que as fazendas possam fazer cruzamentos de diferentes raças sem ter que manter diferentes reprodutores de alto padrão.

Para o desenvolvimento deste método, é importante contar com mão de obra especializada para lidar com todas as etapas do processo.